Quem somos?

O Instituto Português de Medição Familiar do Funchal (IPMFF) é uma delegação do Instituto Português de Mediação Familiar (IPMF), criada a 3 de fevereiro de 2007 pelo conselho de fundadores. A mediadora Maria Luísa Santos foi nomeada para o cargo de Administrador Delegado, a seguir designada por presidente, conforme consta da Ata nº 41 do IPMF.

O Instituto Português de Medição Familiar do Funchal, parte integrante do IPMF, beneficia por isso da qualidade de IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social) com utilidade pública reconhecida por força de Despacho de 28 de Setembro de 1989, com isenção de IRC nos termos da Declaração de Isenção publicada no Diário da República nº 147, III Série, de 28 de Junho de 1990.

O IPMFF, centrado especialmente na consultadoria e formação profissional tem por objeto a prossecução de ações de carácter cultural, educativo, científico e de Investigação com vista a promover a solidariedade e a justiça social, através da Mediação dos conflitos em geral e da Mediação Familiar em particular,

A prática de Mediação Familiar tem assumido uma crescente importância na área da resolução de conflitos familiares em especial na fase de separação. Nesse sentido, importa conferir às pessoas que, por motivos diversos, entendem cessar a sua vida em comum, a possibilidade de o fazerem de modo humanizado. Acreditamos que ao serem acompanhadas por um profissional que garanta as condições necessárias de equilíbrio, cooperação e autodeterminação das partes na obtenção de um acordo estas pessoas salvaguardam a sua felicidade e a felicidade dos seus filhos, permanecendo pais para além da separação

Assim, no âmbito e missão do Instituto encontra-se a preparação e formação de profissionais que possam qualificadamente desenvolver a atividade de Mediação de conflitos e especificamente a Mediação Familiar.

 

A Presidente do Instituto Português de Mediação Familiar do Funchal

Maria Luísa Vieira Andrade dos Santos